Marco Gomes

Geek, imigrante, nerd, cristão, biker. Founder da boo-box (vendida) e do Heartbit. Consigliere do JovemNerd

Como testar sua idéia de negócio online antes de fazer um protótipo ou business plan

Publicado em 2012-02-19

Uma splash page de pré-cadastro e um pequeno investimento em anúncios online podem te ajudar a testar o mercado e encontrar seus primeiros clientes e usuários. E você não precisa saber programar.

Ao ter uma nova idéia para um serviço online eu sempre me pergunto se há mercado para esta nova proposta, e quem estaria interessado. Muitas vezes implemento um protótipo, coloco no ar e acompanho o crescimento orgânico dos primeiros dias. Mas eu sei programar protótipos usando Javascript, Python, PHP, Google App Engine, Git e outras ferramentas técnicas.

Sempre que converso sobre emprendedorismo com alguém que não é programador e tem uma idéia, ouço a pergunta:

Como iniciar meu negócio online se eu não sei programar?

Dê um nome para seu projeto, crie uma boa explicação em um parágrafo e crie uma splash page que colete e-mails de interessados no seu serviço. Splash page é uma página bem simples, com um nome, explicação do serviço e um campo de inserção de e-mail, pode ser definida como um pré-cadastro.

Para criar sua splash page você só precisa saber ler e escrever :) Há serviços gratuitos que te permitem criar a página sem 1 linha de programação ou configuração técnica, por exemplo:

LaunchRock splash page

Sua página de pré-cadastro deve ser muito bem feita, é com base nela que seu potencial cliente vai decidir se quer ser avisado do lançamento do seu serviço. Faça um logo bem bacana, escreva um texto excelente, curto, direto, claro e tentador. Para criar o logo você pode contratar um designer no GetNinjas, a preços e prazos muito bons.

A divulgação da Splash Page

Contatos pessoais

Após a criação, sua página de pré-cadastro precisa ser divulgada, senão as pessoas não ficarão sabendo da existência do serviço. Obviamente você pode começar usando seus contatos pessoais de e-mail e redes sociais. Serviços como o Mailchimp te permitem enviar gratuitamente centenas de e-mails para sua lista de contatos. Exporte seus contatos do Gmail, Hotmail, Yahoo Mail, Outlook e crie uma lista no Mailchimp, envie sua primeira newsletter mostrando sua splashpage e pedindo para seus contatos te darem uma força e divulgarem seu link nas redes sociais. O Mailchimp é muito bem feito e as pessoas podem se descadastrar caso não quiserem mais receber seus informativos.

Anúncios online

Sua lista pessoal de contatos tem um limite, e após aproximadamente uma semana, você já terá esgotado toda sua abrangência e sua splash page poderá ter algumas dezenas, quem sabe centenas, de pré-cadastros. Campanhas de anúncios online vão te ajudar a continuar divulgando sua mensagem e criando buzz sobre seu serviço. Lembre-se, tudo isso sem 1 linha de programação.

Você pode usar sistemas de anúncios online e divulgar seu serviço justamente para o público-alvo que pretende atender. Com o Self-Service da boo-box, por exemplo, você pode segmentar seus anúncios por região geográfica, assuntos de interesse da audiência, hora do dia. Com investimentos a partir de R$ 10 você pode criar uma campanha que leva pessoas do seu público-alvo para sua página de pré-cadastro, clique aqui para começar agora. Campanhas online são a melhor maneira de divulgar sua página de pré-cadastro, o investimento é baixo, o retorno é garantido e você atinge seus objetivos rapidamente.

Em poucos dias fazendo anúncios online você pode ter milhares, dezenas de milhares de pessoas pré-cadastradas em seu serviço, mesmo sem ter feito 1 slide no Power Point ou uma linha de Plano de Negócios.

O que fazer com os dados coletados pela Splash Page

Em poucos dias você convenceu milhares de pessoas que seu serviço pode atendê-las e melhorar suas vidas. E agora? Bem, a resposta está na pergunta: Você tem o contato de milhares de pessoas que declararam espontaneamente o interesse em sua idéia. Agora você pode seguir qualquer um dos caminhos clássicos: buscar um sócio-programador, um sócio-designer ou um sócio-investidor, criar um protótipo, plano de negócios ou entrar em uma competição de startups e conseguir seus primeiros milhares de Reais para investir na sua idéia.

Empresas brasileiras lançadas com splash pages de pré-cadastro

boo-box splash page

A boo-box, em dezembro de 2006, teve uma splash page com demonstração da nossa proposta de propaganda contextual e campo para coletar e-mail dos produtores de conteúdo interessados em saber mais sobre a ferramenta. A página foi enviada para minha lista de contatos pessoais e também divulgada nos formulários de contatos dos grandes sites de tecnologia da época, um deles foi o TechCrunch. Lembro que após o primeiro artigo no TechCrunch nossa Splash Page teve mais de 20 mil pré-cadastros em 2 semanas.

O Peixe Urbano, uma das mais bem sucedidas startups brasileiras dos últimos anos, fez seu lançamento em abril de 2010 com apenas uma splash page de pré cadastro sendo anunciada pela rede de Seeding no Twitter da boo-box. Era, como toda splash page deve ser, simples, cativante, instigante, com um logo, uma linha de texto sobre explorar a cidade e um campo de coleta de e-mail. Em 1 mês a splash page coletou 6 mil pré-cadastros antes mesmo do lançamento do site. Hoje, após quase 2 anos de trabalho intenso dos empreendedores e do time envolvido no negócio, o Peixe Urbano fatura mais de R$ 200 milhões ao ano, tem 16 milhões de usuários e está presente em mais de 100 cidades em 4 países. (disclosure: o Peixe Urbano também tem investimentos da Monashees Capital, um dos investidores da boo-box)

Mas a splash page não é nem o começo!

Lógico que a splash page é só um dos passos na construção de um grande negócio online, mas pode ser um passo muito bem dado, decisivo para a construção da empresa e, mais importante, pode ser feita com pouco investimento e sem 1 linha de conhecimento de programação.

Textos relacionados:

Responda o comentário de Marco Gomes

37 comentários

  1. Fhillip Rodrigues comentou:

    Essa forma de iniciar um negócio é muito interessante. As vezes ficamos em dúvida se uma idéia pode ser viável ou não, e acabamos por descartá-la ou até mesmo esquecendo. Usar um questionário com perguntas direcionadas para receber um feedback também pode te dar uma visão melhor, isso pode ser feito por exemplo com o Google Docs.
    Eu já uso o MailChimp para outros fins, ele realmente é muito fácil de utilizar, você pode mandar 2k emails/mês de forma gratuita.
    Já indo para os próximos passos, algumas ferramentas para desenhar protótipos muitos intuitivas seriam o Axure e o Mockup builder que é free. Para o plano de negócios, existem o Business Model Canvas criado pelo Business Model Generation e uma planilha que o Sebrae desenvolveu.

    Acho que já não temos desculpas para não colocar nossas idéias em pratica, né? :)

  2. Vanguedes comentou:

    Cara, tenho um projeto em conjunto com meu irmão e estávamos deixando ele estagnado. É um projeto de um site de integração social. Criamos tudo, temos a idéia pronta mas acabamos descansando a idéia, por falta de iniciativa nossa.

    Quando acabei de ler este texto eu tinha certeza da burrice que estava fazendo. Por conta deste texto eu conversei com meu irmão e estamos dando início à Splash Page dele e vamos começar a divulgar pros amigos e correr atrás dos clientes.

    Marco, parabéns pela simplicidade e pela forma como ensina, de forma clara, o que é ser um empreendedor. Além de ideias inovadoras e coragem é preciso humildade.

    O sucesso da minha empresa será em sua homenagem. Obrigado.

  3. Josh Ledgard comentou:

    Thanks for the KickoffLabs mention! We’ll take good care of anyone you send our way!

  4. Rodrigo Dantas comentou:

    Excelente Post Marco :)

  5. Harlley Oliveira comentou:

    Splash page funciona muito bem para validar ideias. Fiz isso com o http://cursoprogramacao.com. Tive uma boa quantidade de cadastros nos primeiros dias, só com divulgação em mídias sociais. Depois deixei o Google Adwords rodando alguns dias, e a taxa de conversão foi bem interessante. Agora já parti para a execução do projeto.

    Pra complementar seu artigo, acho importante desde o início monitorar o acesso da splash page, com ferramentas como Google Analytics, principalmente para ir medindo o ROI da publicidade paga.

  6. Com meu projeto, que é um jogo online browsergame, foi um pouco adaptado, pois estava planejando lançar um beta server na CPBR5 – o que infelizmente não ocorreu – mas ao invés disso, ocorreram vários contatos (com o Edney inclusive).

    De um destes contatos, em menos de 3 minutos de forma muito resumida com o Alexandre Ottoni na porta da CP, saiu um link no jovemnerd, do link já foram 2.455 visitas a uma “splash” até o momento (stats no https://bitly.com/zkt5Bv+).

    Ao todo, já passaram de 4.910 pageviews em menos de 14 dias (da CPBR5 até ontem, segundo o Analytics).

    No final das contas, fiz um replanejamento para um processo mais faseado em 2 servers abertos: Alpha e Beta ainda para este ano.

    Além do texto, uma das coisas que escuto durante o processo de desenvolvimento é o nerdcast 243 – “Expresso Empreendedor” do qual você participa e falou algo parecido com isto por lá.

  7. Zélia Oliveira comentou:

    Muito bem colocado Marcos Gomes, parabéns! Excelente, principalmente para os empreendedores que vem migrando para este novo canal. Abraços, sucesso!

  8. Matheus Tait Lima comentou:

    Achei bem interesante a estratégia, mas tenho uma preocupação, como lidar com a questão de direitos autorais da idéia?

    • Marco Gomes comentou:

      Amigo, você não devia estar preocupado com direitos autorais da idéia. Idéia não executada não tem valor. Se sua preocupação é com quem “roubem” sua idéia, seu problema é mais grave :)

      • Rodolpho comentou:

        Marco eu gostaria de saber o porquê é mais grave eu me preocupar com uma ideia. Se for algo realmente inovador…e que eu acredito, mas que não está executada ainda, este risco não existe? Isso é algo que me preocupa, e talvez algumas pessoas. Seria legal alguma publicação no blog sobre o valor de ideias x executa-las. Aguardo sua breve resposta. Abraço.

  9. Rodrigo comentou:

    Marco, você abriu a minha mente em como testar minhas ideias. Em minhas caminhadas diárias eu não gosto de ouvir música no fone então acaba que eu fico pensando em várias ideias e a gente precisa de pelo menos uma pequena confirmação se ela vai vingar ou não.

    Eu não tinha essa ideia de landing page e este texto me ajudou muito já que o custo para testar é bem pequeno. Isso veio até em uma epoca boa hora. Li seu texto uma semana atrás e comecei a criar a landing page.

    Vou fazer exatamente como você falou no texto. O projeto que estou testando é esse http://tagtagz.com

    Mais uma vez obrigado pela dica :D

    Abs.

  10. José renato comentou:

    Olá Pessoal,

    li o post do Marco e fiquei muito interessado, pois a landing page é muito importante para captar interessados na proposta.

    O tenho um projeto que já esta em fase de finalização, e percebi que estava no momento de começar a divulgar.

    Então segui os passos do Marco, e foi da seguinte forma.

    Fiz o mail mkt no mail chimp, super simples, rapido e de graça ( tem os planos pagos, mas o free é ótimo). Utilizei o Kikoffpage.com para fazer a Landing Page.

    O Marco deu algumas sugestões de site que vc pode fazer a landing page, o Kikiffpage.com atendeu minha necessidades.

    O que uma das coisas que kickoffpage cobra é caso vc quiser vincular seu endereço direto com a Landing Page. O que eu fiz foi apenas redirecionar minha home para a pagina deles, então posso divulgar a home (mombi.com.br) e é direcionada para mombi.kickofflabs.com que é free. Existem muitos outros recursos no site, mas o free é ótimo.

    Enviei hoje meu mail mkt, não programei nada, apenas utilizei três imagens para inserir no mailchimp e no kikooflabs.

    Os emails utilizei dos meus contatos, e vou fazer uma campanha no boo box para divulgar minha landing page nessa semana.

    O projeto é com investimento proprio obviamente não tenho milhares de reis para divulgar, como imagino q isso deve ser realidade de muitos . O boo box será minha opção conseguir divulgar o site para o meu publico (designer, programadores, consultores, tradutores.. e outros), e logicamente o boobox tem um ótimo custo beneficio.

    O post do Marco é ótimo, realmente montar uma landing e divulgar é simples e barato.

    Estou no ritmo do “bota pra fazer”, e testar a proposta.

  11. Rafael Trovão comentou:

    Olá Marco!

    Sempre bem-vindas suas dicas e experiência pessoal.

    Minha maior dúvida é como converter toda esta captação em uma oportunidade com um investidor (business plan), no caso de eu não ter um programador para colocar uma versão beta em prática.

    Alguma dica adicional?

    Abraço!

    Rafael Trovão

  12. Priscila Kramer comentou:

    PBK FranquiasOlá Marco, recebi um tweet seu há alguns dias, comentando sobre a série que tenho no meu blog instruindo as pessoas a darem os passos certos na hora de empreender. Achei bem interessante, vou testar dentro de alguns dias e comentar como foi a receptividade no meu blog. De qualquer forma, parabéns pelo trabalho antecipadamente! Priscila

  13. Antonio Carlos Chagas comentou:

    Olá Marco Gomes, você não é deste mundo!

    Parabéns, Parabéns!! Feliz Natal com muitas Alegrias, Saúde e Prosperidade Infinitas para o novíssimo Ano de 2.013.
    Fascinante as informações digitadas e ditas através de vídeo e teleconferência! Você explica com grande conecimentos de causas e com Amor, detalhando de forma absolutamente compreendedoras.
    Gotaria, se possível, receber em meu e-mail, um modelo de contrato de venture capital (capital de risco), para me ajudar a viabilização da entrada de 2 sócios investidores no negócio que está prestes a finalizar com apresentação pré-agendada para o dia 31 de janeiro de 2.013. Sendo ainda possível, gostaria também do modelo de contrato sobre contas de usiness Plan.
    Muito Grato,
    Chagas
    [email protected]

  14. Andre V.H. comentou:

    Li esse artigo alguns meses atrás, até então a idéia do serviço que pretendo oferecer estava amadurecendo na minha cabeça. A pouco menos de um mês lancei a splash page e tenho tido uns resultados interessantes.

    Criei um twitter e página do Facebook para ajudar na divulgação, além de postar nessas páginas conteúdos relacionados com o objetivo e de interesse do meu público alvo, com isso consegui mais alguns contatos extras. Utilizei também adwords e o próximo passo é criar uma campanha na boo-box, o que meu orçamento prevê para o mês de abril.

    Paralelo a isso estou trabalhando no meu protótipo uma vez que sou programador. Meu serviço deve estar disponível no segundo semestre em fase beta e se trata de uma ferramenta para criadores de conteúdo cultural independentes (músicos, escritores, etc) divulgarem seus trabalhos.

  15. Guilherme comentou:

    Lembrei desse post e resolvi comentar, ele que me motivou a criar uma splash page. Após ter criado a página, usei ela para entrar em um concurso de ideias e nunca divulguei, quanto estava para vencer o domínio, fui dar uma olhada no painel de controle da página e lá indicava que tinha três e-mails cadastrados, aquilo me motivou, mesmo sendo só míseros 3 e-mail, eu nunca tinha divulgado aquela página. Então resolvi criar uma versão bem simples da minha ideia inicial, só para testar o conceito, divulguei na parte de comentários de um blog de tecnologia, e hoje a página completa 1 mês no “ar” e conta com 300 visitas diários, longe ainda de fazer sucesso, mas muito mais parte de quando era apenas uma ideia. Continue postando Marco Gomes e saiba que com isso você pode ser o catalizador de vários projetos, vlw!

  16. LUIS NABUCO comentou:

    Foi exatamente o que queria saber cara, tive um a idéia para uma nova rede social e estava com essa dúvida qual seria o primeiro passo a ser dado.
    simplesmente OBRIGAAAAAAAAAAAAADOOOOOOOOO!!

  17. Andy comentou:

    Marcos, como vencer o medo dá cópia? Tenho duas ideias, não sei programar. Achei o artigo fantástico, mas tenho medo de fazer isso e alguma empresa pegar minha ideia e conseguir produzir antes.

    abs!

  18. Rony comentou:

    Muito bacana. Sou consultor, pergunto se serve para site de consultoria. Grato

  19. Henrique Lopes comentou:

    Acabei chegando nesse post pelo linkedin, apenas quando eu terminei de ler que percebi que o post era de 2012. Fazem 4 anos, mais ele continua atual. Parabéns pelo post!!

  20. Claudia Navrro comentou:

    Olá realmente bem legal este post. As vezes, por medo, deixamos uma oprtunidade passar. Acredito que os Web designers nesse sentido pode ajudar e muito aquelas pessoas que querem ingressar no mundo online

  21. Carlos Mota comentou:

    Por quanto tempo você(s) acham que uma Splash Page deve rodar ?
    1 mês, 3 meses, ou mesmo que a idéia se prove boa deixar rodando até que uma versão funcional do sistema/site seja lançada ?

    Até +

  22. telmo comentou:

    Parabéns pelo post Marcos! Muito bom!!

  23. Show de bola.Usar um questionário com perguntas direcionadas para receber um feedback também pode te dar uma visão melhor, isso pode ser feito por exemplo com o Google Docs.
    Eu já uso o MailChimp para outros fins, ele realmente é muito fácil de utilizar, você pode mandar 2k emails/mês de forma gratuita.

  24. Carlos comentou:

    Pabéns pelo trabalho. Tenho acompanhado a bastante tempo seu trabalho.
    Abraços!